Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

criacorvos



Segunda-feira, 16.01.17

Fado Meu irmão agricultor

Fado do meu Irmão Agricultor

 

Meu irmão agricultor,

A estudar para doutor,

Quis fazer a munginção.

Primeiro foi às vaquinhas-----(

Logo a seguir as cabrinhas---)Bis

Pra tirar o leite á mão-----------( 

      

E logo naquele dia

Já a hora ia tardia

Todo o céu escureceu

Ouviu-se ao longe um trovão-(

E naquele barracão---------------)Bis

Ficou escuro como bréu.-------(

 

E ele às apalpadelas

Foi mexer nas tetas delas

Já estava a suar.

Mas a grande cabra preta---(

Não deixou mexer na teta---)Bis

E pôs-se logo a berrar.-------(

 

Fazendo força a espremer

Não vendo o leite a correr

Ficou fulo o meu irmão.

Escusas de estar a berrar-------(

Dois litros tu tens de dar---------)Bis

É o mesmo que as outras dão--(.

 

Entra a mulher no palheiro

E acende o candeeiro

Oh homem mas que pagode

Isso até parece mal

Deixa lá o animal---------)Bis

Tu estás a mugir o bode .)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lino47 às 20:52


1 comentário

De Anónimo a 20.10.2017 às 17:31

Na ultima estrodr falta o segundo verso:
E acende o candeeiro.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Posts mais comentados



Arquivo

2019

2017

2016